Rio de Janeiro conquista terceiro Selo Solar

A moradora de uma casa no Bairro Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro, é a terceira da capital carioca a receber o Selo Solar, pela instalação de um sistema fotovoltaico. A certificação do Ideal é um reconhecimento para proprietários de residências e empresas do país que adotam a eletricidade vinda do sol.

O Selo foi conferido na última sexta-feira (21) para a arquiteta e pesquisadora do IVIG – Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ Isabelle de Loys, que fez da própria casa um bom exemplo para os cursos e consultorias que realiza.

Com o sistema de 2kW de potência, operando desde junho de 2013, praticamente toda a energia consumida na casa vem da fonte fotovoltaica.

A instalação (que também é integrada à arquitetura) mereceu o primeiro Selo Solar de 2014, terceiro do Rio de Janeiro. Já foram certificados, no ano passado, uma casa em Santa Teresa e uma em São Conrado. A lista coloca o Rio de Janeiro em segundo lugar na quantidade de Selos no país, junto com a Bahia. A liderança está com Mato Grosso do Sul, que recebeu sete certificações em 2013.

Mais sobre o Selo Solar

O Selo Solar foi criado em 2012, como um reconhecimento para instituições públicas e privadas e proprietários de edificações que consomem um valor mínimo anual de eletricidade solar ou que têm pelo menos 50% do seu consumo de eletricidade vinda do sol.

O Selo é uma iniciativa do Instituto Ideal e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH e do Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW).

:::::: Saiba mais sobre o Selo Solar.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *