Seminário tem visita técnica à usina FV

Além de reunir os mais importantes especialistas do setor energético do Brasil e da América Latina no dia 2 de junho, na FIESC, em Florianópolis, a programação do 6º Seminário Energia + Limpa inclui também visita técnica à usina fotovoltaica 3MWp da Tractebel, em Tubarão. Todo o evento é gratuito, assim como o transporte, desde Florianópolis, aos interessados em participar da visita no dia 3 de junho. As inscrições já estão encerradas, contudo, aqueles que ainda tiverem interesse em participar da atividade, devem entrar em contato com a organização do Seminário, no dia 2 de junho. Representantes do Observatório do Clima, WWF Brasil, MDIC, BNDES, COPPE/UFRJ, Unicamp, SENAI/SC, SCGás, FIESC, IFSC e OLADE já confirmaram participação nos painéis.

Para Mauro Passos, presidente do Instituto Ideal, o Seminário consolidou-se como referência na promoção de palestras, debates e visitas técnicas relacionados às áreas energética e sustentável. “Trabalhamos durante todo o ano para organizar mais que um Seminário, um espaço de troca e difusão de idéias mais sustentáveis sobre geração, fontes e consumo de energia. A participação de convidados como Luiz Pinguelli Rosa [diretor da COPPE/UFRJ – Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia] denota nosso comprometimento em trazer os melhores para o evento.”

Além da FIESC, o 6º Seminário Energia+Limpa tem o apoio institucional da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) e Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS). Os patrocinadores confirmados são: Araxá Solar, BRDE, Celesc, Solar Energy do Brasil e Tractebel. Envie um email para camara.energia@fiescnet.com.br e faça sua pré-inscriçãotambém para os painéis e palestras de 2 de junho. O credenciamento no dia ocorrerá a partir das 8h30 e a programação completa você confere aqui.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *