Posts

Rio de Janeiro conquista terceiro Selo Solar

A moradora de uma casa no Bairro Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro, é a terceira da capital carioca a receber o Selo Solar, pela instalação de um sistema fotovoltaico. A certificação do Ideal é um reconhecimento para proprietários de residências e empresas do país que adotam a eletricidade vinda do sol.

O Selo foi conferido na última sexta-feira (21) para a arquiteta e pesquisadora do IVIG – Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ Isabelle de Loys, que fez da própria casa um bom exemplo para os cursos e consultorias que realiza.

Com o sistema de 2kW de potência, operando desde junho de 2013, praticamente toda a energia consumida na casa vem da fonte fotovoltaica.

A instalação (que também é integrada à arquitetura) mereceu o primeiro Selo Solar de 2014, terceiro do Rio de Janeiro. Já foram certificados, no ano passado, uma casa em Santa Teresa e uma em São Conrado. A lista coloca o Rio de Janeiro em segundo lugar na quantidade de Selos no país, junto com a Bahia. A liderança está com Mato Grosso do Sul, que recebeu sete certificações em 2013.

Mais sobre o Selo Solar

O Selo Solar foi criado em 2012, como um reconhecimento para instituições públicas e privadas e proprietários de edificações que consomem um valor mínimo anual de eletricidade solar ou que têm pelo menos 50% do seu consumo de eletricidade vinda do sol.

O Selo é uma iniciativa do Instituto Ideal e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH e do Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW).

:::::: Saiba mais sobre o Selo Solar.

Fundo Solar: apoio financeiro para fotovoltaica

Produzir a própria energia, e renovável, tornou-se uma meta mais acessível para muita gente. Além da resolução 482 de 2012 da Aneel, que trata da microgeração de energia, um projeto América do Sol proporciona outro incentivo para os interessados na fotovoltaica: o Fundo Solar.

O Fundo é um apoio financeiro a consumidores residenciais e empresários que desejam instalar sistemas fotovoltaicos com até 5kW de potência.

Para ganhar o benefício, o sistema precisará ser conectado à rede, integrado a uma edificação e participar do sistema de compensação de energia (conforme previsto na resolução 482 da Aneel). O valor do recurso disponibilizado varia entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, conforme a localização onde microgerador será instalado e o custo total de investimento.

Atenção! Não se trata de financiamento, os valores são cedidos como estímulo para se aderir à fotovoltaica.

>> Confira as diretrizes, o formulário de solicitação e outras informações sobre o Fundo no site do América do Sol.

(Foto: Mauro Marques)

Cartilha do Ideal é apresentada em Webrádio

O Guia de Microgeradores Fotovoltaicos, produzido pelo projeto América do Sol do Ideal, foi tema de reportagem da Webrádio Água, do Paraná. A matéria explica que o guia didático e objetivo traz informações sobre o processo de instalação dos sistemas fotovoltaicos, além de reunir informações sobre a eletricidade solar.

Como expõe a reportagem, a linguagem acessível e os recursos de imagem facilitam a compreensão do passo a passo para instalar os microgeradores fotovoltaicos até para quem não tem conhecimentos técnicos. Confira, na íntegra, a matéria da Webrádio Água, que também traz a gerente de projetos do Ideal, Paula Scheidt.

Acesse também, gratuitamente, o “Guia de Microgeradores Fotovoltaicos – Como instalar eletricidade solar em minha casa?“, produzido pelo projeto América do Sol.

Greenpeace Brasil se reúne com integrantes do Ideal

Uma equipe do Greenpeace Brasil visitou a sede do Ideal em Florianópolis-SC, nesta sexta-feira, para saber mais dos projetos do Instituto.  Ricardo Baitelo e Cristine Rosa, da Campanha Clima & Energia do Greenpeace Brasil, conferiram o Guia de Microgeradores Fotovoltaico e obtiveram mais informações também sobre o Fundo Solar, entre outras ações do Ideal. A intenção é trocar informações para a viabilização de projetos, tanto do Greenpeace como do Ideal, na área de energias renováveis.

Durante a visita, a equipe de São Paulo também pode conferir o projeto Megawatt Solar da Eletrosul, também em Florianópolis.

Projeto Megawatt Solar

As obras do Megawatt Solar devem ser concluídas ainda no primeiro semestre de 2014. O projeto tem o financiamento do banco de fomento alemão KfW com fundo do Ministério alemão BMU, e da Eletrobras, e conta com apoio da Agência Alemã de Cooperação Internacional GIZ, da Universidade Federal de Santa Catarina e do Instituto Ideal.

Com o projeto, o prédio sede da Eletrosul será o primeiro edifício público brasileiro a utilizar fotovoltaica conectada à rede elétrica em larga escala. Outras empresas estão procurando o Ideal para instalarem sistemas semelhantes.

Outras informações sobre o projeto Megawatt Solar da Eletrosul no site do América do Sol.

Saiba mais sobre os projetos do Greenpeace Brasil.

Ideal e KfW visitam projeto Megawatt Solar

Equipes do Instituto Ideal e do banco alemão KfW fizeram uma visita às obras do Projeto Megawatt Solar da Eletrosul, em Florianópolis-SC, nesta quarta-feira. Técnicos da Eletrosul explicaram tudo o que já foi feito e quais serão as próximas etapas.

O Megawatt Solar prevê a implantação de um sistema solar fotovoltaico integrado ao edifício sede da Eletrosul, utilizando-se a área do telhado e dos estacionamentos. O sistema será conectado á rede distribuidora de energia elétrica local. A usina solar terá capacidade instalada de aproximadamente 1MWp.

As obras do Megawatt Solar devem ser concluídas ainda no primeiro semestre de 2014. O projeto tem o financiamento do banco de fomento alemão KfW com fundo do Ministério alemão BMU, e da Eletrobras, e conta com apoio da Agência Alemã de Cooperação Internacional GIZ, da Universidade Federal de Santa Catarina e do Instituto Ideal.

Com o projeto, o prédio sede da Eletrosul será o primeiro edifício público brasileiro a utilizar fotovoltaica conectada à rede elétrica em larga escala. Outras empresas estão procurando o Ideal para instalarem sistemas semelhantes.

Outras informações sobre o projeto Megawatt Solar da Eletrosul no site do América do Sol.

(Foto: Hermínio Nunes/ Eletrosul, Divulgação)