Posts

fv

Ideal e AHK/RS realizam seminário sobre energia FV

A Câmara Brasil-Alemanha no Rio Grande do Sul (AHK/RS) e o Instituto Ideal realizam no dia 4 de novembro, em Porto Alegre, o Seminário Internacional de Energia Fotovoltaica – Aplicações em Telhados Industriais que reunirá especialistas dos dois países para apresentar oportunidades para a indústria investir em projetos de geração fotovoltaica (FV) como uma medida de proteção contra os aumentos de tarifa e uma solução energética limpa. O gestor de projetos do Ideal, Peter Krenz, apresentará as boas práticas resultantes do projeto Fundo Solar, além de dados sobre o mercado atual FV, consolidados no estudo “O Mercado Brasileiro de Geração Distribuída Fotovoltaica – Edição 2015“. O evento tem um custo de R$ 50 para associados à AHK/RS e R$ 80 para não-sócios e as inscrições podem ser realizadas enviando um email a larissa.behling@ahkpoa.com.br.

Confira abaixo a programação resumida do evento:
09h30 – Introdução
10h15 – Aspectos econômicos para a geração própria nas áreas industriais e comerciais
10h45 – Possibilidades de financiamento para indústrias e estabelecimentos comerciais
12h30 – Almoço
14 horas – Boas práticas
15h10 – Perspectivas políticas
16h15 – Fundamentos técnicos/tecnológicos e realização
17 horas – Encerramento

SERVIÇO
Data: 04.11.2015 (quarta-feira)
Horário: 09h30 às 17h00
Local: Hotel Laghetto Viverone Moinhos – Rua Dr. Vale, 579, Porto Alegre/RS
Inscrições: larissa.behling@ahkpoa.com.br ou pelo telefone (51) 3222-5766

EnergiaLimpaWEB-2

Fundo Solar recebe 77 solicitações de apoio

O Fundo Solar, projeto do Instituto Ideal para incentivo financeiro a sistemas fotovoltaicos (FV), recebeu entre janeiro e março deste ano, 77 solicitações de apoio de 12 diferentes estados brasileiros. A análise será realizada até o fim deste mês.

A primeira convocatória do Fundo, encerrada em 2014, recebeu 64 projetos, sendo 22 deles aprovados. A atual disponibilizará cerca de 20 mil euros destinados ao apoio para instalações de microgeradores FV de consumidores residenciais e empresários. O Fundo Solar é fruto de uma parceria com o Grüner Strom Label (Selo de Eletricidade Verde da Alemanha) e a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ.

fundo-solar

Aberta nova fase do Fundo Solar

O Fundo Solar, projeto do Instituto Ideal para incentivo financeiro a sistemas fotovoltaicos, lança sua segunda fase neste mês de janeiro de 2015. Serão disponibilizados mais 20 mil euros, o equivalente a R$ 50 mil, que serão destinados ao apoio para instalações de microgeradores fotovoltaicos de consumidores residenciais e empresários.

Os equipamentos apoiados pelo Fundo precisam ter uma potência de até 5 kW, além de estar integrados a uma edificação e participar do sistema de compensação de energia (conforme previsto na Resolução 482/2012 da ANEEL). Solicitantes que atenderem aos quesitos estipulados pelas diretrizes podem receber, a fundo perdido, entre R$ 1 mil e R$ 5 mil.

A chamada de projetos desta segunda fase começou no dia 5 de janeiro e vai até o dia 1º de março de 2015. Vale lembrar que a solicitação para receber o Fundo Solar deve ser feita pelo proprietário do sistema e o Fundo apoia apenas sistemas que ainda não foram comprados e nem instalados.

A intenção é que a ajuda financeira seja o impulso que faltava para a propagação de fotovoltaica no país, além de contribuir para se ter mais informações sobre esse mercado. O responsável pelo Fundo Solar do Ideal, Peter Krenz, explica: “As informações repassadas pelos solicitantes do projeto nos ajudam a identificar os desafios do mercado fotovoltaico no país e elaborar soluções junto aos tomadores de decisões”.

O Fundo Solar é uma iniciativa do Instituto Ideal em parceria com o Grüner Strom Label (Selo de Eletricidade Verde da Alemanha) e conta com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH.

A primeira fase do projeto foi finalizada em 2014, depois de empregar 25 mil euros (R$ 65 mil) em projetos fotovoltaicos pelo país.

::: Solicitantes e empresas qualificadas poderão ter mais informações no portal do América do Sol, programa do Ideal voltado para a fotovoltaica.

enersolar

Ideal participa de Enersolar, em SP

Incentivos às energias renováveis e projetos do Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina (Ideal) serão apresentados pelo gestor do Fundo Solar do Ideal, Peter Krenz, no IV Congresso Ecoenergy.

O evento integra a programação da Enersolar + Brasil – Feira Internacional de Tecnologias para Energia Solar, que ocorre em São Paulo, entre os dias 16 e 18 de julho.

Na apresentação do Congresso, no dia 17 de julho, às 15h30min, Krenz vai trazer questões sobre o mercado fotovoltaico no Brasil, além de explicar ações do programa América do Sol, que engloba iniciativas do Ideal (todas gratuitas) relacionadas à eletricidade solar.

Krenz vai tratar, por exemplo, do Fundo Solar, projeto que fornece apoio financeiro para a instalação dos sistemas, e do 50 telhados, que tem a proposta de instalar pelo menos 50 telhados solares em cada cidade participante no país.

Além da participação na Econergy, o Instituto Ideal terá um estande na Enersolar + Brasil, onde serão distribuídos materiais educativos sobre energias renováveis produzidos pelo Ideal. No estande n°605, interessados também podem saber mais sobre a atuação do Instituto, organização não-governamental voltada para a promoção de energias alternativas.

A entrada para a feira, que contará com 250 expositores nacionais e internacionais, é gratuita. Já para participar do Congresso Ecoenergy, que vai reunir autoridades e especialistas no setor energético, é preciso se inscrever e pagar uma taxa. Outras informações e a programação completa no site do evento.

Currículo de Peter Krenz, do Ideal

Peter Krenz é graduado em Engenharia Elétrica pela TU Berlin, na Alemanha, e possui especialização em energias renováveis e fornecimento de energia elétrica. Como cooperante da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ, é gestor do Fundo Solar no Ideal.

:::: Saiba mais sobre o Fundo e sobre outros projetos do América do Sol.

O que: Enersolar + Brasil – Feira Internacional de Tecnologias para Energia Solar e IV Congresso Ecoenergy
Onde: 16 a 18 de julho de 2014
Local: Centro de Exposições Imigrantes. Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo – SP.
Outras informações: http://www.enersolarbrasil.com.br/

fundopappen2

Microgerador apoiado pelo Fundo em RS

A inauguração do primeiro microgerador do Fundo Solar, projeto do Ideal para incentivo financeiro a sistemas fotovoltaicos, movimentou Santa Cruz do Sul (RS) no último dia 10 de junho.

A cerimônia pela instalação do sistema na clínica do médico Ronei Pappen contou com a presença do secretário municipal de meio ambiente, saneamento e sustentabilidade, João Wenzel, do coordenador do curso de Engenharia Elétrica da Universidade de Santa Cruz, Fabricio Egert, além de representantes de associações da cidade e outros convidados.

Cerca de 80 pessoas acompanharam a entrega do certificado do Fundo Solar, realizada pelo responsável pelo projeto do Ideal, Peter Krenz. “Ficamos muito felizes do primeiro sistema inaugurado com apoio do Fundo estar em um local com tanta visitação. É uma iniciativa de energia limpa e que vai se multiplicar”, considerou Peter.

Na ocasião, o proprietário da Solled – empresa que realizou a instalação -, Josué Lopes Faria, apresentou o equipamento, com vinte módulos solares de capacidade total de 4,8 kWp. A geração será de cerca de 5.900 kWh por ano, o que equivale ao consumo médio anual de duas famílias de quatro pessoas.

Com isso, o local, onde também funciona uma academia, será autossuficiente em energia. Dos R$ 27 mil investidos, R$ 3,2 mil vieram do Fundo.

O Fundo Solar é realizado pelo Ideal, em parceria com o Grünel Strom Label (Selo de Eletricidade Verde da Alemanha) e conta com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH.

O sistema fotovoltaico de Pappen é também o primeiro de Santa Cruz do Sul no projeto 50 Telhados, de iniciativa do Ideal e executado localmente pela empresa Solled. O objetivo do 50 Telhados é instalar 50 sistemas fotovoltaicos de 2kWp ou 100 kWp de potência em até dois anos nas cidades participantes. Atualmente o projeto é executado em 19 municípios brasileiros.

Mais sobre o Fundo

O Fundo é voltado para consumidores residenciais e proprietários de comércio e pequena indústria. Para receber o apoio entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, o sistema precisa ter até 5 kWp e estar conectado à rede. A solicitação deve ser feita antes da instalação e o tempo para a aprovação varia de caso a caso. Os recursos do projeto vêm dos clientes do GSL, na Alemanha.

:::: Outras informações sobre o Fundo Solar.

(Foto: Divulgação, Solled)

fundosolar

Primeiro microgerador apoiado pelo Fundo

O primeiro microgerador a ser beneficiado pelo Fundo Solar, projeto do Ideal para incentivo financeiro a sistemas fotovoltaicos, será inaugurado na terça-feira, dia 10 de junho, na cidade de Santa Cruz do Sul (RS). Os vinte módulos solares de capacidade total de 4,8 kWp foram instalados em uma clínica médica e irão gerar cerca de 5.900 kWh por ano. Com essa geração, que equivale ao consumo médio anual de duas famílias de quatro pessoas, o local será autossuficiente em energia.

Dos R$ 27 mil investidos, R$ 3,2 mil vieram do Fundo, uma iniciativa do Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina (Ideal).

A energia de baixo impacto para o meio ambiente, aliada à possibilidade de economia a médio e longo prazo, foram as principais motivações que levaram o proprietário da clínica, Ronei Pappen, a adotar a eletricidade solar. “Minha conta de luz era bastante alta. A fotovoltaica é uma alternativa para reduzir a conta e sem comprometer nada em termos de meio ambiente”, explica o médico.

Pappen soube do Fundo pela própria empresa instaladora. Depois, solicitou os recursos, enviando a documentação prevista nas diretrizes do projeto do Ideal. Ele atendeu aos quesitos e, agora, será o primeiro do país a contar com um equipamento com o apoio do Fundo. “Fico orgulhoso de ser o pioneiro em um projeto que vai estimular muitas pessoas em relação à fotovoltaica”, reforça o médico, para quem o país deveria contar com outros incentivos, como a redução da carga tributária.

O responsável pelo Fundo Solar, Peter Krenz, ressalta os benefícios da instalação em um edifício comercial. “Como é um local frequentado por muitos moradores, aos poucos a população vai perceber as vantagens da eletricidade solar e o interesse em ter seu próprio sistema tende a aumentar”, afirma.

Krenz explica ainda que, por meio das informações repassadas pelos solicitantes do projeto, foi possível identificar os desafios do mercado fotovoltaico no país e elaborar soluções junto aos tomadores de decisões.

A cerimônia de inauguração do sistema será realizada no dia 10 de junho, a partir das 16h, em um breve evento para autoridades, convidados e imprensa.

O Fundo Solar é realizado pelo Ideal, em parceria com o Grünel Strom Label (Selo de Eletricidade Verde da Alemanha) e conta com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH.

O sistema fotovoltaico de Pappen é também o primeiro de Santa Cruz do Sul no projeto 50 Telhados, de iniciativa do Ideal e executado localmente pela empresa Solled. O objetivo do 50 Telhados é instalar 50 sistemas fotovoltaicos de 2kWp ou 100 kWp de potência em até dois anos nas cidades participantes. Atualmente o projeto é executado em 19 municípios brasileiros.

Mais sobre o Fundo

O Fundo é voltado para consumidores residenciais e proprietários de comércio e pequena indústria. Para receber o apoio entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, o sistema precisa ter até 5 kWp e estar conectado à rede. A solicitação deve ser feita antes da instalação e o tempo para a aprovação varia de caso a caso. Os recursos do projeto vêm dos clientes do GSL, na Alemanha.

Outras informações e as diretrizes do projeto no site do Fundo.

(Foto: Divulgação/ Solled)

Gabrielle Bittelbrun
Assessoria de Comunicação – Instituto Ideal
gabrielle@institutoideal.org

Foto Mauro Marques

Fundo Solar: apoio financeiro para fotovoltaica

Produzir a própria energia, e renovável, tornou-se uma meta mais acessível para muita gente. Além da resolução 482 de 2012 da Aneel, que trata da microgeração de energia, um projeto América do Sol proporciona outro incentivo para os interessados na fotovoltaica: o Fundo Solar.

O Fundo é um apoio financeiro a consumidores residenciais e empresários que desejam instalar sistemas fotovoltaicos com até 5kW de potência.

Para ganhar o benefício, o sistema precisará ser conectado à rede, integrado a uma edificação e participar do sistema de compensação de energia (conforme previsto na resolução 482 da Aneel). O valor do recurso disponibilizado varia entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, conforme a localização onde microgerador será instalado e o custo total de investimento.

Atenção! Não se trata de financiamento, os valores são cedidos como estímulo para se aderir à fotovoltaica.

>> Confira as diretrizes, o formulário de solicitação e outras informações sobre o Fundo no site do América do Sol.

(Foto: Mauro Marques)