Posts

IDEAL apoia instalação do primeiro Centro de Treinamento em Energia Solar do Distrito Federal

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial no Distrito Federal (Senai-DF) inaugurou hoje (16/6), na unidade de Taguatinga, o primeiro Centro de Treinamento em Energia Solar da capital federal, com o objetivo de formar profissionais para a operação de sistemas fotovoltaicos. Graças ao apoio do Instituto IDEAL, Grüner Strom Label e.V. (GSL) e Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável por meio da GIZ, o Centro possuirá um sistema FV conectado à rede, o que permitirá ao aluno colocar em prática a teoria dos cursos, com acesso a informações sobre compensação de energia, a partir da autogeração.

“Estamos falando exatamente no lugar certo. Por três motivos, primeiro, Brasília é a capital do nosso país; segundo, essa é uma das melhores regiões em potencial solar; terceiro, porque estamos no Senai, uma instituição fundamental para que este processo de entrada e consolidação da energia solar no Brasil dê certo.” – afirmou o presidente do IDEAL, Mauro Passos, em cerimônia hoje de manhã (16/6), na sede de Taguatinga.

Também participaram do evento o diretor de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico do Sistema FIBRA, Graciomário de Queiroz, o diretor nacional da GIZ, Wolf-Michael Dio, o diretor Regional do Senai-DF, Albano Esteves de Abreu e o Secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal, André Lima. “O que temos diante de nós é um novo mundo, em que a energia solar será dominante, e o SENAI, sendo responsável pela formação da mão de obra, tem um papel fundamental neste processo.” – concluiu Passos.

Após o ato, os convidados conheceram o Centro e receberam informações técnicas sobre o microgerador instalado, financiado com recursos do projeto Fundo Solar, uma iniciativa do IDEAL e GSL, com apoio da GIZ. Os professores da unidade Taguatinga, competentes na área FV, atuarão como multiplicadores do corpo docente do Senai em outros estados.

Suspensas novas solicitações do Selo Solar para reformulação das diretrizes

Novos pedidos de Selo Solar estão suspensos até o segundo semestre deste ano em função da reformulação das diretrizes para sua concessão. A data de retomada do aceite de novas solicitações será amplamente divulgada, assim como as novas diretrizes, que estão sendo revistas com o propósito de facilitar o processo para o solicitante e se adequar à evolução do mercado solar.

O último Selo concedido antes das novas regras foi a uma consumidora de Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, que comprovou capacidade instalada de 2,5 kWp e atenção aos critérios estabelecidos pelo Instituto Ideal e Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). O Selo Solar tem o apoio do WWF Brasil e Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ e KfW.

Eco_Lógicas tem vencedores do Brasil e México

Dulce Cristal Becerra Paniagua (México) e Luiz Henrique Targa Gonçalves Miranda (Brasil) são os vencedores nas categorias energias renováveis e eficiência energética da edição 2014/2015 do concurso de monografias Eco_lógicas, promovido pelo Instituto Ideal e Organização Latino-Americana de Energia (Olade). Dulce desenvolveu um sistema autônomo de emergência móvel para purificar água, sob a orientação do professor Joel Pantoja Enríquez, na Universidade de Ciências e Artes de Chiapas. Luiz Henrique realizou na Universidade de São Paulo, com a orientação da professora Suani Teixeira Coelho, um estudo de caso para o aproveitamento energético de resíduos sólidos urbanos do município de Itanhaém (SP). Os estudantes receberão um prêmio de US$ 15 mil e professores-orientadores de US$ 10 mil cada um.

O concurso reuniu trabalhos de nove países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Guatemala, México, Paraguai, Peru e Uruguai. O presidente do Ideal, Mauro Passos, afirma que, ano após ano, o Eco_Lógicas se consolida como um incentivo para o desenvolvimento e divulgação de estudos sobre o setor energético em todo o território latino-americano e Caribe. Entre os critérios dos avaliadores na seleção dos trabalhos, estão método, relevância do tema e qualidade da redação. As monografias serão reunidas em livros em português e espanhol, distribuídos a bibliotecas de todo o território latino-americano e caribenho. Lançado em 2008, o Eco_lógicas é um incentivo para a pesquisa no setor energético. As inscrições são sempre gratuitas.

Ideal e AHK/RS realizam seminário sobre energia FV

A Câmara Brasil-Alemanha no Rio Grande do Sul (AHK/RS) e o Instituto Ideal realizam no dia 4 de novembro, em Porto Alegre, o Seminário Internacional de Energia Fotovoltaica – Aplicações em Telhados Industriais que reunirá especialistas dos dois países para apresentar oportunidades para a indústria investir em projetos de geração fotovoltaica (FV) como uma medida de proteção contra os aumentos de tarifa e uma solução energética limpa. O gestor de projetos do Ideal, Peter Krenz, apresentará as boas práticas resultantes do projeto Fundo Solar, além de dados sobre o mercado atual FV, consolidados no estudo “O Mercado Brasileiro de Geração Distribuída Fotovoltaica – Edição 2015“. O evento tem um custo de R$ 50 para associados à AHK/RS e R$ 80 para não-sócios e as inscrições podem ser realizadas enviando um email a [email protected].

Confira abaixo a programação resumida do evento:
09h30 – Introdução
10h15 – Aspectos econômicos para a geração própria nas áreas industriais e comerciais
10h45 – Possibilidades de financiamento para indústrias e estabelecimentos comerciais
12h30 – Almoço
14 horas – Boas práticas
15h10 – Perspectivas políticas
16h15 – Fundamentos técnicos/tecnológicos e realização
17 horas – Encerramento

SERVIÇO
Data: 04.11.2015 (quarta-feira)
Horário: 09h30 às 17h00
Local: Hotel Laghetto Viverone Moinhos – Rua Dr. Vale, 579, Porto Alegre/RS
Inscrições: [email protected] ou pelo telefone (51) 3222-5766

Ideal lança edição 2015 do estudo sobre o mercado de geração distribuída fotovoltaica no Brasil

O Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina (Ideal) publicou a segunda edição do estudo sobre o mercado brasileiro de geração distribuída fotovoltaica (FV). O propósito é compreender como se desenvolve o setor e identificar os desafios no processo de conexão à rede de micro e minigeradores FV. O levantamento traz resultados de uma pesquisa realizada com instaladores de todo o país.

O estudo foi realizado por meio de questionário online respondido por empresas cadastradas no Mapa de Fornecedores do programa América do Sol (www.americadosol.org/fornecedores), do Instituto Ideal. Os instaladores responderam a 24 questões divididas em quatro seções: o perfil dos instaladores – com base na experiência de 2014 -, a relação com as distribuidoras, os desafios no processo de conexão à rede e os exemplos positivos das concessionárias.

Em relação ao desenvolvimento do mercado no país, o estudo mostra a existência de um grande número de empresas novas que não finalizaram nenhuma instalação – 54% dos instaladores respondentes. Quanto aos preços praticados no país, foi levantado o valor médio de R$ 8,81/Wp para sistemas de até 5 kWp – o que é praticamente igual, em termos absolutos, ao observado no anterior. No entanto, considerando a desvalorização do real e a inflação no período, estima-se que houve uma redução real de 6,5% no preço médio dos sistemas FV de pequena escala.

Em relação ao processo de conexão à rede, os principais desafios apontados pelos fornecedores foram atrasos, falta de conhecimento da equipe técnica da distribuidora e problemas na fatura de energia conforme regulamentação do sistema de compensação de energia elétrica (net metering), estabelecido no país a partir da Resolução Normativa (REN) 482/2012 da ANEEL. No entanto, uma grande evolução foi constatada na duração do processo de conexão. O tempo médio de seis meses e uma semana em 2013, reduziu para quatro meses e três semanas em 2014.

“O estudo permite acompanhar o desenvolvimento do mercado, ano a ano, e sugerir quais pontos precisam uma maior atenção para que o relacionamento entre consumidor, instalador e distribuidora flua”, afirma a gerente de projetos do Ideal, Paula Scheidt.

O estudo foi produzido pelo Ideal, com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH. Acesse o estudo completo ‘O mercado de geração distribuída fotovoltaica – Edição 2015’ em www.institutoideal.org/biblioteca.

Ideal estará na Intersolar South America

O Instituto Ideal participará com um estande e realização de palestra da Intersolar South America, evento que ocorrerá em São Paulo, de 1 a 3 de setembro, e integra a principal série de exposições do setor de energia solar no mundo. A gerente de projetos do Ideal, Paula Scheidt, divulgará os principais resultados do estudo anual sobre o mercado fotovoltaico durante as conferências, que são realizadas paralelamente à feira. Este é o terceiro ano em que o Ideal participa da Intersolar South America apoiando institucionalmente o evento.

Todas as atividades relacionadas à feira ocorrerão no Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte. A palestra do Ideal ‘Resultados do Estudo Anual sobre o Mercado Fotovoltaico’ será dia 1º, a partir das 14 horas, no Auditório A, e integra a conferência sobre o tema geração distribuída no país. No estande do Instituto, serão distribuídas cartilhas e outros materiais educativos de fomento às energias limpas e à eficiência energética, além do visitante ter a oportunidade de saber mais sobre o Selo Solar (uma certificação para consumidores) e o estudo ‘O mercado brasileiro de geração distribuída fotovoltaica em 2014’.

A Intersolar South America oferece aos profissionais do setor solar uma plataforma de contatos e informações sobre o desenvolvimento do mercado, métodos de produção, financiamento e planejamento de projetos. O ingresso à exposição é gratuito, no entanto, a organização orienta para a realização do cadastro com antecedência. Acesse www.intersolar.net.br.

Presidente do Ideal participa de evento do WWF Brasil

O presidente do Ideal, Mauro Passos, participará do segundo encontro do Diálogos Energéticos, evento gratuito promovido pelo WWF-Brasil, que será realizado dia 31 de agosto, no SP Center, em São Paulo. A geração de energia sustentável descentralizada – potencial e novos mercados é o tema do seminário. Na ocasião, a gerente de projetos do Ideal, Paula Scheidt, também apresentará os resultados do estudo ‘O mercado brasileiro de geração distribuída fotovoltaica em 2014’.

O seminário é uma iniciava do Programa de Mudanças Climáticas e Energia do WWF-Brasil e reunirá outros importantes especialistas como Mark Senti, presidente da AML Superconductivity, empresa que se dedica à supercondutividade – tecnologia capaz de reduzir as perdas energéticas da geração à distribuição. Junto a ele, na mesma mesa, Mauro Passos e Pedro Sirgado, diretor executivo do Instituto EDP, de Portugal.

Com o objetivo de difundir oportunidades de negócio em mini e microgeração de energia e apontar os gargalos para que esta modalidade seja melhor aproveitada no país, o seminário terá participantes de concessionárias, governo, Poder Legislativo, empreendedores sociais e empresários do setor.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site wwf.org.br/dialogosenergeticos até o dia 28 de agosto, sexta-feira.

Três capitais alcançam meta do 50 Telhados

Campo Grande (MS), Curitiba (PR) e Rio de Janeiro (RJ) alcançaram o objetivo do projeto 50 Telhados com 119,84 kWp, 114,04 kWp e 100,03 kWp, respectivamente, de potência total instalada. Coordenado pelo Instituto Ideal e executado localmente por instaladores fotovoltaicos; as empresas parceiras nas capitais são a Solar Energy do Brasil, que atua nas três cidades, a Solarize no Rio de Janeiro, e a Elco e 3B Energy em Curitiba. Ao todo, seis cidades no país já superaram a meta do projeto que encerra em dezembro.

O 50 Telhados foi lançado com o propósito de divulgar a geração distribuída a partir da energia fotovoltaica. Em cada uma das 32 cidades participantes, as empresas instaladoras tem até o final deste ano, para instalar 50 telhados FV de 2 kWp ou 100 kWp de potência total instalada. Com isso, a geração anual estimada ficaria em torno de 130 MWh em cada cidade. O objetivo inicial do Instituto Ideal era implementar o projeto em pelo menos 20 cidades brasileiras durante o ano de 2014, mas esta meta já foi ultrapassada em julho do ano passado. Acesse o mapa aqui e acompanhe o andamento do projeto.

Ideal convoca associados para Assembleia

Os associados do Instituto Ideal estão convocados para a Assembleia Geral Ordinária, que será realizada no próximo dia 17 de março. Durante o encontro, será feita a prestação de contas do Instituto Ideal e o plano de atividades de 2014, além de outros informes.

Com isso, os associados poderão estar a par de todas as atividades da organização sem fins lucrativos. O encontro ocorre a partir das 18 horas, na Casa Eficiente, no Bairro Pantanal, em Florianópolis.

Mauro Passos em programa de TV online

O presidente do Ideal, Mauro Passos, falou na última segunda-feira à tarde sobre energias renováveis. O programa da Revista Green Building foi exibido on-line pela AllTV, de São Paulo.

No bate-papo, Passos abordou também a resolução 482 da Aneel, os trabalhos do Ideal e os incentivos às energias limpas no país.
:::::::: Confira a entrevista de Mauro Passos para o programa da Green Building na íntegra.

(Imagem: AllTV)